Filantropia e Desenvolvimento Territorial

Por Diane Pereira Sousa – Instituto Baixada Maranhense

 

Estamos vivendo um momento mundial cheio de grandes desafios: históricos e novos, em que se destacam o distanciamento dos ricos dos mais pobres e o veloz avanço das tecnologias 4.0 no cotidiano das pessoas, sendo que grande parte destas ainda tem baixa escolaridade.

Subjetividades se multiplicam em um contexto de objetividade de um sistema econômico, por vezes cruel em suas determinações, que se mescla com práticas religiosas e conservadoras fundamentalistas e cheias de preconceito.

Temos um Estado paralisado diante desses desafios, com políticas públicas estagnadas ou distorcidas, o que impulsiona movimentos na sociedade e nas comunidades que precisam, de forma permanente, estarem se reinventando.

Nesse sentido, a filantropia comunitária não apenas é importante, mas necessária para a cobertura humanizada das vidas e dos ambientes abandonados pelos governos e pelo “mercado”.

As pessoas contribuindo diretamente para o desenvolvimento de outras pessoas que podem transformar suas vidas e seus contextos são práticas que precisam ser fortalecidas e apoiadas. A abundância precisa ser desvelada por quem a enxerga com empatia e comprometimento.

Share this Post!

About the Author : ICOM


0 Comment

Send a Comment

Your email address will not be published.